Motosserra a Gasolina – Corrente para Motosserra: conheça todos os detalhes

Postado por Administrador - 01/08/2012 - Dicas e Manutenção - Sem Comentários

A corrente da motosserra é a principal integrante do conjunto de corte. É um componente de extrema importância para o melhor desempenho e produtividade da sua motosserra.

Corrente Para Motosserra

Conhecendo melhor a corrente da sua motosserra, é possível efetuar uma afiação precisa e prolongar sua vida útil.

Neste artigo iremos mostrar os principais componentes das correntes de motosserras, as especificações técnicas de cada modelo, a aplicação correta das correntes para cada marca de motosserra, dentre outros fatores importantes.

 PASSO DA CORRENTE

Passo da Corrente Para Motosserra

O passo da corrente de uma motosserra é determinado pela metade da distância entre três rebites sequenciais.

Na transmissão (pinhão e coroa), o passo corresponde ao entre centro de cada dente, ou do pinhão ou da coroa.

Para a perfeita montagem, é preciso que tanto a corrente quanto os componentes da transmissão tenham o mesmo passo.

Os passos de corrente de motosserra mais tradicionais são: 3/8″,  .404″ e .325″.

 

CALIBRE DA CORRENTE

Calibre - Corrente Para Motosserra  O calibre da corrente corresponde à espessura do elo de ação, que é a parte inferior da corrente, e se   encaixa na canaleta do sabre.

No sabre, o calibre corresponde à  largura da canaleta onde trabalha a corrente.

O calibre deve ser o mesmo no sabre e na corrente da motosserra, evitando assim folgas, o que causa desgaste excessivo do conjunto e aumenta o risco de acidentes.

O elo de ação é o responsável por conduzir o óleo lubrificante por toda a extensão da canaleta do sabre, lubrificando assim todo o conjunto. Por isso é de extrema importância manter a canaleta do sabre sempre limpa e desobstruída, para que o óleo lubrificante possa percorrer todo o conjunto.

PERFIL DOS CORTADORES DA CORRENTE

Perfil dos Cortadores - Corrente Para Motosserra

O perfil de um cortador, também chamado de “dente da corrente”,  é determinado pelo tipo de dobra entre a parte superior e a lateral.

A chamada “ponta de ataque” do cortador, que nada mais é do que a parte exata da dobra entre a parte superior e a lateral do dente, é a parte fundamental para a penetração da corrente na madeira.

Quanto mais pontiaguda for a ponta de ataque, mais agressivo e produtivo se torna o corte, porém a durabilidade do fio do dente é menor. Este perfil é indicado para usuários experientes e profissionais florestais, pois a afiação e manutenção da corrente exige cuidados especiais.

Quando o perfil do dente da corrente é mais arredondado, o cortador é mais resistente e a durabilidade do fio é maior, porém seu rendimento de corte é menor do que os perfis mais agressivos. Este perfil de cortadores é indicado para usuários ocasionais e iniciantes, pois a manutenção e afiação é mais simples, e toleram alguns erros de afiação.

É importante que na hora da compra da corrente o usuário saiba distinguir os modelos de correntes e escolha o que melhor atende às suas necessidades.

COMPONENTES DA CORRENTE

Componentes | Correntes Para Motosserra

DETALHES DO CORTADOR

Detalhes do Cortador | Correntes Para Motosserra

 

GUIA DE PROFUNDIDADE DA CORRENTE

Guia de Profundidade

A guia de profundidade da corrente determina quanto o dente irá adentrar na madeira. Portanto a ponta de ataque do dente e a guia de profundidade devem estar muito bem calibradas, conforme a exigência de cada modelo de corrente, garantindo assim o máximo desempenho e produtividade bem como a vida útil da corrente.

Conforme acontece o desgaste da ponta de ataque do dente de corte, a guia de profundidade deve ser rebaixada com uma lima proporcionalmente, garantindo que a ponta de ataque continue penetrando na madeira. Mas atenção, este procedimento deve ser efetuado com cautela, pois rebaixando demais a guia de profundidade, a ponta de ataque irá se aprofundar muito na madeira, o que irá causar sobrecarga para o motor da motosserra e também para o conjunto de corte. Esta é uma das principais causas que implicam na perda da garantia das motosserras, pois o rebaixamento inadequado da guia pode até mesmo fundir o motor.

Normalmente existe nos cortadores uma indicação do limite máximo para rebaixamento da guia de profundidade.

 

Deixem suas dúvidas e comentários!

 

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.